Bem Vindo ao Super Web

Para poder ter acesso e participar por completo do fórum
Você precisa se cadastrar

Atenciosamente
Administração

Mudamos de Endereço! Visite agora mesmo
a nossa nova página na web:


www.interativo.forumeiros.net

    Porto: excrementos de gaivotas são perigosos

    Compartilhe

    MarianaMartins
    Moderador
    Moderador

    Sexo : Feminino
    Mensagens : 565
    Pontos : 1029
    Reputação : 18
    Data de nascimento : 02/04/1995
    Idade : 22
    Data de inscrição : 13/08/2009
    Mozilla 3

    Porto: excrementos de gaivotas são perigosos

    Mensagem por MarianaMartins em Seg Set 07, 2009 2:50 pm

    Um estudo liderado por investigadores da Universidade do Porto
    revelou que os excrementos das gaivotas que frequentam a orla costeira
    do Porto e Matosinhos são portadores de bactérias multi-resistentes aos
    antibióticos e que podem contagiar seres humanos, noticia a Lusa. A equipa
    de investigadores do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar
    (ICBAS) alertou, em comunicado, para um «eventual problema de saúde
    pública», avançando que existe um «perigo real de contágio humano». O
    ICBAS encontrou também, noutros estudos, aves de rapina com bactérias
    resistentes aos antibióticos. O instituto garante, no entanto, que as
    aves de rapina não têm «níveis tão densos e preocupantes» como as
    gaivotas. Relativamente
    aos excrementos de gaivotas, o ICBAS obteve como resultado «mais
    surpreendente» a enorme quantidade e «diversidade de estirpes "E. coli"
    multi-resistentes, relativamente às quais a maioria dos 20
    antimicrobianos testados» foi completamente ineficaz. De
    acordo com os investigadores, o contágio humano pode acontecer por
    contacto ambiental e posterior ingestão, mas também através do contacto
    com águas dos rios e mares para onde são largados efluentes de esgotos
    ou de Estações de Tratamento de Águas Residuais. No
    estudo, os investigadores alertam para a necessidade de se usar os
    antibióticos de forma «prudente», assim como para o facto de ser
    preciso aplicar um tratamento eficaz aos efluentes urbanos, «de maneira
    a minimizar a dispersão ambiental de bactérias resistentes aos
    antibióticos». A população de
    gaivotas que reside no litoral do Porto e Matosinhos é «minoritária»,
    afirmou um dos investigadores à Lusa. A maioria das aves migra
    sazonalmente, para procriar, para as costas atlânticas da Alemanha e
    Escandinávia.


    _________________



    Qualquer questão ou dúvida que tenhas sobre o fórum manda PM e responderei-te (;




    Adiciona o grupo do SuperWeb: group180277@groupsim.com

    (x

      Data/hora atual: Dom Jul 23, 2017 3:33 pm