Bem Vindo ao Super Web

Para poder ter acesso e participar por completo do fórum
Você precisa se cadastrar

Atenciosamente
Administração

Mudamos de Endereço! Visite agora mesmo
a nossa nova página na web:


www.interativo.forumeiros.net

    Anatel manterá proibição de venda do Speedy até novas providências da Telefônica

    Compartilhe
    avatar
    ~Lucas~
    Administrador
    Administrador

    Sexo : Masculino
    Mensagens : 850
    Pontos : 1960
    Reputação : 13
    Data de nascimento : 11/07/1995
    Localização : Super Web
    Emprego/lazer : Estudante, Designer
    Humor : Normal
    Idade : 22
    Data de inscrição : 19/07/2009
    Mozilla 3

    Anatel manterá proibição de venda do Speedy até novas providências da Telefônica

    Mensagem por ~Lucas~ em Qua Jul 29, 2009 9:26 am

    A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) deverá manter a proibição da venda do Speedy até que a Telefônica tome novas providências para melhorar a prestação do serviço.

    Acompanhe a cronologia de panes nos serviços da Telefônica
    Anatel descarta multa e mantém suspensão de vendas do Speedy
    Veto à venda do Speedy prejudica provedores e novos clientes
    Telefônica diz que suspensão da venda pode causar demissões

    A Folha Online apurou que a área técnica da agência fez estudos que mostram que as providências tomadas pela operadora para a compra de novos equipamentos e realização de investimentos ainda não foram suficientes e, por isso, a proibição deverá ser mantida, pelo menos nos próximos dias.

    No dia 22 de junho, a Anatel proibiu a Telefônica de comercializar o serviço de banda larga Speedy depois de várias panes enfrentadas pelos usuários nos últimos meses. A Anatel determinou que a Telefônica adote procedimentos para melhorar a qualidade do serviço e disse que a medida cautelar valeria até que "a empresa declare que foram implementadas".

    Nesta terça-feira, o ministro Hélio Costa (Comunicações) confirmou que teve informações de que a Telefônica ainda não cumpriu todas as exigências feitas pela agência para a retomada da comercialização do Speedy. Na semana passada, o ministro havia defendido a liberação imediata da venda do serviço.

    "Estamos reavaliando a minha posição porque tenho informações de que precisa mais participação da empresa", disse Costa hoje.

    da Folha Online, em Brasília

      Data/hora atual: Sab Jul 22, 2017 5:56 am